Yes Australia Logo - www.yesaustralia.com

Tubaroes em Grupo

Caranguejo - Mud Crab

Tasman Devil

Reef Shark

  Home      Mapa do site

Portal Cultural sobre a  Austrália

Bandeira da Australia  English      Español    

.

Você está no tópico :

Comunicação

Recomendar o Y.A.
Links Correlatos
Email

Links Patrocinados

Aviso:
banner

Nota importante: yesaustralia.com mudou em Janeiro de 2007para um website mais novo e abragente chamado www.portaloceania.com

 

 
Animais perigosos da Austrália

Você sabia que o Norte e Nordeste da Austrália (foto acima) possuem praias das mais paradisíacas e bonitas do mundo, e que estão sempre desertas, apesar de serem ultra convidativas para um mergulho?  O motivo é que a Austrália tem muitos animais perigosos. Na cidade é muito difícil que você venha a ser vítima desses terríveis animais, mas fora delas, cuidados são necessários com seguintes bichinhos.... 

  Box Jellyfish- Um dos mais mortais animais na face da Terra, tambem chamada de "Sea Wasp". Essa água-viva, com corpo meio quadrado, habita o Norte e Nordeste da Austrália , e pode ser encontrada por toda a extensão da Barreira de Corais, ou seja, por cerca de 2000 km. A toxina presente nos tentáculos que chegam à muitos metros de comprimento, é tão forte, que os poucos sobreviventes de um encontro com uma Box Jellyfish, descrevem a dor, mais como um choque elétrico constante, do que uma queimadura. Após o contato, a pessoa provavelmente sairá do mar gritando e irá desmaiar na areia com marcas no corpo como se fossem chicotadas. Dependendo da extensão da área afetada, parada Cárdio-Respiratória, ocorre em menos de 3 minutos, sendo necessária a aplicação de respiração boca-a-boca e compressão toráxica. Aconselha-se não abandonar a vítima para buscar socorro, e sim conseguir de alguma forma, que outros o façam. A Box Jellyfish é responsável na Austrália por mais mortes que Tubarões, Crocodilos e Cobras. Existem antídotos, porém não são 100% eficaz. A aplicação de vinagre na área atingida diminui os efeitos da toxina, e reduz um pouco a dor, mas atenção médica para impedir que a vítima conheça Deus pessoalmente é absolutamente indispensável.

Dica: Jamais tente sem estar usando luvas de borracha, retirar os tentáculos de uma Box Jellyfish enrolados em uma pessoa, pois serão 2 candidatos à ir pro céu. Igualmente, ao tentar ressuscitar a vítima, tome muito cuidado para seu corpo não entrar em contacto com as áreas afetadas da vítima, ou partes da Box Jellyfish.

A Box Jellyfish se reproduz dentro dos vários manguezais e rios na região de Cairns, Port Douglas e imediações, tendo aumentado muito em número a cada ano que passa. Segundo cientistas, uma possível causa, seria a diminuição de Tartarugas Marinhas, principal predador da Box Jellyfish, já que o casco duro forma uma proteção natural. Felizmente a Box Jellifish só aparece durante o verão entre Novembro e Março. Na região, algumas praias são cercadas com redes para a proteção dos banhistas, mas infelizmente não são garantidas contra as "Irucandjis". Lojas de material esportivo ou pesca, vendem roupas completas (parecida com a dos surfistas) que constituem uma proteção para o corpo, desde que se mantenha a cabeça fora d'áqua. 

Curiosidade: À poucos anos atrás, um ciclone se formava no Oceano Pacífico ainda bem distante da costa. Ao mesmo tempo foi registrado em filme uma curiosa migração em massa de milhares de Box Jellifish do mar para dentro dos rios e manguezais. O mar ficou literalmente livre de águas-vivas. Este fato intrigou os cientistas, que apesar de saberem da existência do ciclone, não tinham noção da direção ele iria seguir, ou até mesmo se iria se dissolver. O fato é que 48 horas depois, a região sofreu um dos piores ciclones da história. De que forma a BoxJellyfish previu o evento, permanece um mistério.

Irukandji- Uma outra água-viva, só que ao invés de vários metros de comprimento, essa é menor que a unha do dedo mínimo, com cerca de 1 centímetro somente. Dificilmente é percebida a olho nu. Durante a semana que escrevi esta página, 2 óbitos foram causados pela Irukandji, que é considerada o menor animal vivo, capaz de matar um homem adulto. Habita a mesma região que a Box jellyfish, mas diferentemente de sua parceira, os sintomas podem ser lentos e demorar até 24 horas para aparecer. Muitas vezes, são confundidos com outras disfunções orgânicas, como dor nas costas, cãibras, falta de ar, e ataque cardíaco, mas que levam ao óbito se a internação hospitalar não ocorrer imediatamente. Muito pouco sabe-se sobre a Irukandji, pois somente de poucos anos para cá, é que foram associar mortes que aparentemente pareciam de causas naturais, com as toxinas de uma água-viva. No presente, uma Universidade de Cairns, vem efetuando pesquisas sobre esse animal. 

Dica: Em muitas praias no Nordeste da Austrália você encontrará no acesso para a mesma, uma espécie de Caixa de Correio com uma garrafa plástica contendo Vinagre dentro para uso em emergências por água-viva (favor não usar para temperar a salada). Caso não encontre, a população nas vizinhanças, costuma ter vinagre em casa e estão sempre dispostos a auxiliar uma vítima.
.

Salt Water Crocodile- Como se não bastassem os Tubarões, Box jellifishes e Irukandjis, o mar na Região de Cairns, Port Douglas e acima no Nothern Territory, é coallhado de crocodilos de água salgada que alegremente habitam a região. São monstros de até 7 metros, extremamente fortes e robustos, mantidos a base de Anabolizantes e Listerine. Existem em grande quantidade, nas praias, rios e canais, pois são protegidos por lei. Carne humana, não é a favorita dos "Crocks", mesmo assim, atacam qualquer coisa que se mova ao redor de seu território marinho, incluindo Tubarões. Esses bichinhos, também são encontrados em rios no interior, muitos quilômetros de distância da costa, e não fazem distinção entre turistas ou locais. Ao contrário de outros crocodilos de água doce, o dito de água salgada nada e dorme no fundo, sendo quase impossível vê-los até a hora da dentada. Jamais engole a vítima, mas quase sempre a parte em vários pedaços prá ter certeza que morreu mesmo. Os tubarões adoooram em receber a ceia previamente mastigada, filetada e cortada por suas hábeis mandíbulas.

Blue Ring Octopus- O Polvo de anéis azuis, habita tocas na Grande Barreira de Corais. Não são agressivos e fogem da pessoa, mas se forem agarrados, liberam o veneno contido nos ferrões que pode levar ao óbito. Como o nome diz, o corpo da criatura é cheio de anéis azuis fluorescentes. O animal é lindo, porém uma mordidinha do distinto, pode te levar para juntinho de Deus em poucos minutos. A vítima deve ser tratada como se picada por cobra.

Barrier Reef Cone Shell-  Essa concha em forma de cone, toda rajada, e algumas vezes apresentando listas em zig-zag, preto e branco, ou preto e marron, habita a Grande Barreira de Corais. Não deve ser pega de forma nenhuma, pois possui um ferrão com um veneninho arrasador. A vítima também deve ser tratada como se picada por cobra.

Scorpion Fish-  Outro bicho bonito muito cobiçado para aquários de água salgada também conhecido como Lion Fish. Espinhas longas no dorso do bruto contém uma toxina muito potente que apesar de não ser letal na maioria dos casos, proporciona uma dor contínua que poderá lhe causar desidratação de tanto chorar. O Peixe Escorpião habita praticamente qualquer parte da Austrália. O perigo está em pisar nele, ou na hora de tirá-lo do anzol quando fisgado. O melhor é cortar a linha ao invés de se expor ao risco, e usar sapatos ao andar sobre corais. Os ferrões são exatamente como agulhas de injeção, até mesmo com a ponta chanfrada em 45 graus. Se você for espetado(a), ponha água das mais quentes que puder suportar no local, e tome o caminho do hospital. Quem vos escreve, tem 7 deles no aquário dentro de casa. Eles me dão um grande prejuízo, pois só comem camarão vivo, e com um apetite insaciável, ultimamente eles tem apreciado baratinhas, moscas e minhocas também.

Stone Fish-  Em qualquer parte da Austrália, se for andar sobre corais ou locais com pedras no fundo, use sapatos para se proteger do Peixe Pedra, cujo ferrão também contém veneno. Se fisgado, corte a linha. Na verdade, o Stone Fish é um primo sem plumas do Scorpion Fish, e em caso de acidentes com ambos, o hospital será seu destino, sem a necessidade de sirene na ambulância. (Seu grito será ouvido por quilômetros de distância).mmmm

Funnel Web, Red Back, White Tail-  São todas aranhas, na verdade aranhinhas, e são comums em qualquer parte da Austrália. A Funnel Web é mais encontrada no Estado de New South Wales, e a picada deve ser tratada como se fosse por cobra. A Red Back (foto), que é prima da Viúva Negra, tem um risco vermelho na bunda e habita fendas no concreto de muitas residências Australianas, inclusive dentro de grandes cidades, sendo muito encontrada no quintal da minha casa. É tímida, e vive escondida, porém pode ser letal se atenção médica não for procurada imediatamente. Apesar da maioria dos banheiro em beira de estrada serem limpos pelo pessoal das prefeituras diariamente, recomenda-se vistoriar em baixo das tampas e assentos dos vasos sanitários antes de sentar, pois como vivem em grupos também picam sua bunda em grupo, e nesse caso a coisa fica feia com grande período de vida. As Red Backs se camuflam usando uma teia de proteção tal e qual um tufo de algodão.

Canguru-  O Canguru não tem veneno tão pouco ataca, so dá coice e patada se for intimidado, mas imagine na estrada, atropelar um animal desses que é metade do tamanho de uma vaca. Por isso, a equipe do Yes Australia jamais viaja durante à noite. Para quem não sabe, Canguru na Austrália é quase como praga, e andam soltos no campo, e nas margens das estradas em qualquer lugar um pouco distante das grandes cidades. Em uma ocasião, contamos 27 atropelados em um trecho de 80 Km . Em outra ocasião,  após uma curva, dezenas de Íbis (primos do Urubu) estavam à comer a carcaça de um Canguru. Uma dessas aves de quase 10 kilos, entrou para-brisa adentro, causando um grande susto e A$ 280 de reparos. Para maior tranquilidade dos motoristas, e indignação dos ecologistas, o govêrno da Austrália liberou a exterminação de 15.000 Cangurus em 2003. Em tempo, Canguru em Inglês se escreve Kangaroo.

Tubarões-  Tal e qual no Brasil, aqui tem muito desses dentuços, de várias espécies e periculosidades. A diferença é que o você poderá encontrá-los nos locais onde menos espera. Por exemplo, em canaisnas grandes cidades. Os canais em toda a Australia servem de berçários de vários peixes inclusive tubarões. Depois que crescem, acolhidos pela boa vizinhança (eu por exemplo), eles se recusam a voltar para o mar aberto, e permanecem infestando minhas águas. Recentemente morreram 2 pessoas atacadas por tubarões nos canais da Gold Coast ( ambas à noite), e eu não tenho mais a mordomia nem a coragem de nadar nas noites quentes de verão. Ou seja, vou nadar na praia, onde tem Tubarão Branco, mas com redes de proteção. Por falar em Branco, aqui eles são protegido por lei, e se você matar um deles, o governo te mata, digo, te multa. 

Cobras- Das 10 cobras mais venenosas no mundo, 8 são cobras da Austrália. Aliás, do primeiro ao sexto lugar a Austrália está invicta na lista, não tem peçonha pra mais ninguém. A Taipan (foto) é a soberana absoluta, a rainha das cobras, cujo veneno de um filhote é suficiente para matar 100 homens adultos com uma só dentada. Por isso, essa amarelinha cor de limão desbotado, tem o título de a cobra mais venenosa do mundo. Em segundo lugar, com 99  adultos por dentada, vem a Brown snake, que empata com a Tiger Snake, ocupando o terceiro lugar, com sómente 98 adultos / foi pro céu / dentada. Para a galera que pretende visitar a Hippie City de Byron Bay e queimar matinho no matinho, o matinho de lá tá repleto delas.  Na Barreira de Corais, existe uma cobra dágua extremamente venenosa, daquelas com menos de 5 minutos de adeus, mas que normalmente foge da pessoa e só morde quando agarrada, mas.. É tão letal quanto a Taipan. 

Nos Rios e Canais: Os rios e canais da Austrália também podem apresentar perigos. Não somente por Tubarões, mas por Arraias chamadas de Stingray. O ferrão na cauda que pode chagar a 20 cm de comprimento, contém uma bolsa de veneno, que sera injetado na pessoa que à pisar ou agarrar. Elas são bastante dóceis e normalmente fogem dos humanos. Apesar de não ser letal, a toxina contida no ferrão da Stingray causa dores terríveis que podem perdurar por até  6 meses. Como no caso do Scorpion Fish, também não será necessário o uso de sirene na ambulância à caminho do hospital.

Considerações Finais (antes da morte): Infelizmente em muitas partes do mundo, quando uma pessoa se depara com um predador não humano, a primeira coisa que pensa é em matá-lo. A maioria desses animais têm um papel importantíssimo na natureza, e a exterminação dessas espécies irá provocar um desequilíbrio que trará consequências catastróficas para nós no longo prazo. Não trata-se somente de extinção de espécies, trata-se de todo um Habitat, incluindo o humano.  Reconhecer que o local em que esses animais vivem  como sendo deles, é o único caminho para a preservação. Eles representam o extraordinário da criação, e a diversividade da vida em nosso planeta. Respeitando-os e coexistindo naturalmente, nos deixa vitoriosos na seleção natural das espécies, pois somente assim, poderemos garantir que nossas Crias possam ter uma chance de vida num futuro distante. Aqui na Austrália, as pessoas crescem apreendendo desde a infância a simplesmente deixá-los em paz e respeitá-los, e isto serve de exemplo para qualquer um em qualquer país que estiver.

 

Atenção: Quando viajar pelo nordeste ou norte da Austrália, sempre pergunte à população local sobre a presença de Crocodilos ou Água-Vivas. Muitas vezes um rio com águas cristalianas, convidativas para um mergulho, pode representar perigo. Praias imaculadas, sem uma única pegada humana, com coqueirais, águas transparentes e calmas, podem estar lotadas com Crocodilos, Box jellyfish, Irucandjis e Tubarões, todos presentes ao mesmo tempo. Tenha cuidado para não dar seu "último" Tchibum. Na Austrália, a melhor dica para o viajante seria....

"Pergunte pela Vida e Viva a Austrália"

Como se não bastasse esses queridos bichinhos enchendo nossa paciência de vez em quando, ainda por cima tem um monte de planta venenosa também. Leia sobre a pior delas clicando aqui.

Google
 
Web www.yesaustralia.com

 

 

                                                          © Copyright 2002 - 2006 - Yes Australia -  Condições de  uso e Aviso de Copyright